You are currently viewing Alerta para a importância da vacinação infantil contra a Covid-19

Alerta para a importância da vacinação infantil contra a Covid-19

[et_pb_section fb_built=”1″ _builder_version=”4.15.0″ _module_preset=”default” custom_padding=”||3px|||” global_colors_info=”{}”][et_pb_row _builder_version=”4.15.0″ _module_preset=”default” global_colors_info=”{}”][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”4.15.0″ _module_preset=”default” global_colors_info=”{}”][et_pb_text _builder_version=”4.15.1″ _module_preset=”default” text_font_size=”16px” hover_enabled=”0″ locked=”off” global_colors_info=”{}” sticky_enabled=”0″ text_text_color=”#7954A2″ custom_margin=”||0px||false|false”]

Prevenção e Promoção da Saúde

[/et_pb_text][et_pb_post_title author=”off” date=”off” categories=”off” comments=”off” featured_image=”off” _builder_version=”4.15.1″ title_font=”Jubilat-Regular|700|||||||” title_text_color=”#7954A2″ title_font_size=”64px” title_line_height=”1.2em” title_font_size_tablet=”50px” title_font_size_phone=”40px” title_font_size_last_edited=”on|tablet” locked=”off” global_colors_info=”{}”][/et_pb_post_title][et_pb_text _builder_version=”4.15.1″ _dynamic_attributes=”content” _module_preset=”default” text_font_size=”16px” locked=”off” global_colors_info=”{}”]@ET-DC@eyJkeW5hbWljIjp0cnVlLCJjb250ZW50IjoicG9zdF9jYXRlZ29yaWVzIiwic2V0dGluZ3MiOnsiYmVmb3JlIjoiIiwiYWZ0ZXIiOiIiLCJsaW5rX3RvX3Rlcm1fcGFnZSI6Im9mZiIsInNlcGFyYXRvciI6IiB8ICIsImNhdGVnb3J5X3R5cGUiOiJjYXRlZ29yeSJ9fQ==@[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section][et_pb_section fb_built=”1″ admin_label=”Testimonials” _builder_version=”4.15.1″ use_background_color_gradient=”on” background_color_gradient_start=”#ffffff” background_color_gradient_end=”#7954a2″ background_color_gradient_direction=”90deg” background_color_gradient_start_position=”94%” background_color_gradient_end_position=”0%” custom_padding=”0px||3px|||” background_last_edited=”on|phone” background_color_gradient_start_position_phone=”95%” locked=”off” global_colors_info=”{}”][et_pb_row _builder_version=”4.15″ max_width=”900px” global_colors_info=”{}”][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”4.15″ global_colors_info=”{}”][et_pb_image src=”https://boletimijc.org.br/wp-content/uploads/2021/12/magazine-18.png” _builder_version=”4.15″ custom_margin=”||50px||false|false” filter_invert=”40%” global_colors_info=”{}”][/et_pb_image][et_pb_text _builder_version=”4.15.1″ text_font=”||||||||” text_text_color=”#2a2a2a” text_font_size=”42px” text_line_height=”1.4em” max_width=”94%” custom_margin=”||50px|||” text_font_size_tablet=”36px” text_font_size_phone=”24px” text_font_size_last_edited=”on|desktop” global_colors_info=”{}”]

Imunização para a faixa etária de 5 a 11 anos teve início no dia 15 de janeiro; segunda dose já está disponível e crianças com deficiência estão no grupo prioritário.

[/et_pb_text][et_pb_text _builder_version=”4.15.1″ text_font=”||||||||” text_font_size=”20px” text_line_height=”1.8em” max_width=”94%” locked=”off” global_colors_info=”{}”]

Estamos fazendo um alerta aos pais e responsáveis para a importância da vacinação de crianças entre 5 e 11 anos de idade, que teve início no dia 15 de janeiro e cuja segunda dose já está disponível. O Ministério da Saúde havia incluído essa faixa etária no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19, após a imunização das crianças com a vacina da Pfizer ter sido autorizada em dezembro pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Crianças com deficiência permanente ou comorbidades têm prioridade na vacinação.

A Dra. Danielle Christofolli, médica especialista em pediatria e neurologia pediátrica e supervisora do nosso Ambulatório de Diagnóstico, destaca a atenção especial que pais de crianças com deficiência intelectual devem ter quanto à vacinação. “Crianças com deficiência intelectual, em especial moderada e grave, apresentam maior dificuldade em seguir as orientações de higiene, como uso adequado de máscara facial, lavagem correta das mãos, utilização de álcool em gel 70% e cobrir a boca na hora de espirrar ou tossir. Além disso, trata-se de um grupo mais vulnerável a doenças crônicas e outras comorbidades relevantes. Por isso, é ainda mais importante que os pais dessas crianças providenciem a imunização delas”, explica Dra. Danielle.

Vale lembrar que os pais devem estar presentes na imunização dos filhos. Caso isso não seja possível, a aplicação da vacina deve ser autorizada em termo de consentimento assinado por eles.

“É importante destacar também que a vacinação é fundamental para todas as crianças, independentemente de ter algum tipo de deficiência ou comorbidade. Além da questão da saúde, a imunização infantil contribui com a volta das crianças para a escola com maior segurança e também com a retomada gradual de outras atividades de interação social que são muito importantes no desenvolvimento nessa faixa etária”, completa a médica.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]